Categoria: Saúde do Homem

Impotência | Tudo que você precisa saber causas e tratamentos

Impotência | Tudo que você precisa saber causas e tratamentos

Falar sobre esse assunto é muito delicado, porque na maioria das vezes até o homem chegar ao ponto de procurar ajuda ele já está passando por muito estresse e deve estar com uma baixa autoestima.

Se você está passando por isso ou conhece alguém que está passando por essa situação esse artigo é para você!

É importante entendermos as causas, os motivos e as soluções que podem te ajudar. Até porque muitas pessoas enfrentam esse problema e pode acreditar, ele é bem mais comum do que parece.

Causas

Para o pênis conseguir atingir a ereção, as artérias e o tecidos do seu corpo precisam estar funcionando bem. E precisam estar desobstruídas.

Existem muitas situações que podem acarretar a impotência ou a disfunção erétil que está relacionada a diversas doenças e para que seja tratada de maneira eficaz, é necessário ficarmos atentos as causas da disfunção.

Alistamos algumas delas para você:

° Distúrbios psicológicos

° Doenças hormonais (diabetes, queda de testosterona, problemas endócrinos)

° Doenças neurológicas (lesões na medula, mal de Alzheimer e Parkinson)

° Doenças vasculares, que causam entupimento das artérias e veias, essas doenças prejudicam a chegada do sangue ao pênis (hipertensão arterial, aterosclerose)

° Consumo excessivo de medicamentos

° Cirurgias pélvicas

° Doença de Peyronie ou fibrose dos corpos cavernosos

° Alcoolismo, tabagismo ou uso de outras drogas ilícitas.

Riscos consideráveis

Temos muitos fatores de risco que podem levar a disfunção erétil ou impotência. Doenças cardiovasculares, como por exemplo, infarto ou derrame, além desse existe outros fatores de risco:

– Hipertensão arterial

– Tabagismo

– Obesidade

– Diabetes

– Sedentarismo

– Colesterol e triglicerídeos alterados.

Quando a circulação do corpo está comprometida por um desses fatores afeta a ereção do pênis, é aí que surge a disfunção erétil.

Fatores emocionais também são de risco, alguns problemas que afetam a autoestima do homem e sua autoconfiança como exemplo, desemprego, aposentadoria, crises financeiras, luto na família, muito estresse entre outros.

É interessante lembrar que aí contrário do que a maioria das pessoas pensam a impotência ou disfunção erétil não é levado em conta apenas o fator idade, existem várias condições até agora que podem levar a esse diagnóstico.

Falhas na ereção eventuais podem acontecer a qualquer homem, mesmo que ele não tenha impotência sexual. E a disfunção erétil não tem a ver com a ejaculação precoce ou a ejaculação tardia, são coisas diferentes, que por sua vez também serão tratadas de maneiras totalmente diferentes. Por isso se aconteceu com você alguma vez não é sinal de que você é impotente.

O problema é quando isso acontece várias vezes consecutivas que pode ser sinal de perigo. Vale a pena buscar ajuda.

E os fatores de risco são semelhantes aos que o problema circulatório do sangue para o pênis pode ser um alerta de que outras coisas não estão indo bem no seu corpo. Por isso é bom ficar atento.

A prevalência da impotência sexual aumenta coma idade e com a presença de outras doenças como já vimos ali em cima. A estimativa é que entre 30 a 40% dos homens de 40 anos apresentem algum grau de disfunção erétil ou impotência. Mas a partir dos 20 anos de idade já podem serem vistos os primeiros sintomas de que no futuro você pode desenvolver a impotência.

Quais são os tratamentos?

A disfunção erétil ou impotência pode ser tratada de diferentes formas, pois o tratamento depende da causa, porém, os tratamentos mais conhecidos são:

° Remédios: esse tratamento é de todos o mais usado. Existe uma variedade de produtos no mercado que podem te ajudar a acabar com a impotência.

° Terapia de reposição de hormônios: Essa reposição pode ser feita por meio de capsulas, adesivos ou injeções que aumentam os níveis de testosterona no seu corpo, ajudando seu corpo a trabalhar melhor.

° Uso de aparelho de vácuo: Esses aparelhos favorecem a ereção e são principalmente recomendados para homens que por algum motivo válido não podem fazer o uso de remédios.

° Cirurgia para implantação de próteses penianas que são usadas apenas como último recurso, depois que todos os anteriores e existentes tratamentos não tiverem sortido efeito.

É interessante que o homem consiga receber ajuda de um psicólogo ou psiquiatra ou talvez a terapia de casal, todos esses são muito importantes, pois ajudam tratar outros problemas emocionais, medos ou inseguranças que o homem está tendo e que mesmo sem que ele perceba esteja afetando sua vida sexual.

O estresse, ansiedade e depressão são fatores importantíssimos a serem tratados com ajuda da psicoterapia.

Homens com esses problemas tem riscos mais alto de infarto e AVC (acidente vascular cerebral), segundo pesquisas.

Por isso aos primeiros sinais de Disfunção Erétil, é importante buscar ajuda.

Há quem diga que os remédios caseiros podem te ajudar na prevenção desse mal tão temido, não custa nada tentar não é verdade?! Então eu preparei uma lista para te ajudar, espero que você goste.

Alho

O alho em sua composição contém alicina, que ajuda a melhorar o fluxo sanguínea.

Especialistas em um estudo realizado dizem que comer quatro dentes de alho diariamente por três meses ajudou a melhorar a ereção em seis dos sete voluntários que sofriam de disfunção erétil.

Amêndoas

Mergulhe um punhado de amêndoas na água e deixe por algumas horas.

Coma essas amêndoas diariamente, 30 minutos antes de ir dormir.

Faça isso por no mínimo 30 dias.

Cebola

A cebola tem propriedades afrodisíacas e pode ajudar a combater a disfunção erétil.

E mais, ela ainda ajuda a tratar a perda involuntária de sêmen durante o sono.

Você pode consumir de uma ou duas cebolas grandes diariamente.

Cenoura

A cenoura por incrível que pareça possui propriedades afrodisíacas, além de ter bastante betacaroteno.

Você pode, usá-la do seguinte modo: misture, em um liquidificador com um pouco de água, três cenouras de tamanho médio, três talos de aipo, metade de uma beterraba de tamanho médio e um a dois dentes de alho. Faça um suco dessa mistura.

Você pode tomar um copo desse suco de duas ou três vezes por dia. Além de comer cenouras cruas diariamente na sua salada, ou com outros alimentos.

Romã

O suco de romã, pode ser consumido diariamente. Esse suco é rico em antioxidantes, ajudando os homens contra a disfunção erétil.

A romã ajuda na circulação sanguínea e reduz o estresse, bom não é mesmo! Porque como nós vimos é um fator agravante para disfunção erétil.

A romã ainda ajuda a aumentar o nível de óxido nítrico no corpo, aumentando assim a circulação sanguínea.

Gengibre

Essa sempre essa raiz tem propriedades afrodisíacas, que ajudam a aliviar a impotência e a ejaculação precoce.

Além disso o gengibre tem alguns compostos como o gingerol, o shogaol e o zingibereno estes compostos estimulam a circulação sanguínea.

Podemos usar o gengibre da seguinte forma; misturar uma meia colher de chá de suco de gengibre com ovo quente e uma colher de sopa de mel.

Se você comer essa mistura uma vez ao dia antes de dormir por 30 dias, vai ter bons resultados.

Uma outra opção que você pode preparar, 2 colheres de chá de gengibre ralado e uma colher de sopa de mel, e tomar essa mistura 3 vezes por dia de 1 a 2 meses. Você também pode beber de 2 a 3 xícaras do chá de gengibre todos os dias.

Acupuntura

Estudos mostram que acupuntura pode ser muito eficaz no tratamento da disfunção erétil.

Para isso procure ajuda especializada que vai poder te auxiliar da melhor maneira nesse tratamento.

Exercícios de assoalho pélvico

Homens que sofrem de impotência ou disfunção erétil, devem fazer exercícios de assoalho pélvico.

Esses exercícios vão ajudar a restaurar a sua função erétil faça, esses exercícios diariamente por pelo menos 3 meses.

Algo que você pode fazer que é mais simples e que não vai mudar tanto assim seu dia a dia, para combater a disfunção herético erétil é praticar exercícios físicos por pelo menos 4 vezes por semana. Parar de fumar, pois isso pode piorar muito o seu problema de impotência. Também evite beber em excesso o álcool tem um enorme impacto nas ereções reduza seu nível de estresse e tente fazer uma alimentação mais equilibrada.

Por que é tão importante?

Mas talvez você pense por que é tão importante eu cuidar da minha saúde? Ou por que simplesmente não deixar que eu fique impotente? Pense assim, um relacionamento bom precisa para ser feliz realmente de muitas outras coisas além das relações sexuais. Precisa de amor respeito perdão, mas não podemos falar que as relações sexuais não têm o seu lugar porque elas têm!

Cria-se um medo de muitas esposas, talvez elas achem que o problema do marido está relacionado com elas e então elas não se sentem mais tão atraentes ou até mesmo temem a um caso extraconjugal, por isso que é tão importante o marido ser sincero honesto e falar pra esposa o que está sentindo. E falar o que está acontecendo com o seu corpo, então os dois juntos podem procurar ajuda necessária de médicos de remédios para impotência porque o casal deseja ser feliz e ter momentos de intimidade que vão trazer à satisfação que é tão importante para a vida a dois.

Calvície quais são as causas e os tratamentos

Calvície quais são as causas e os tratamentos

Embora tolerada, mas ainda sim temida pela maior parte das pessoas, a alopecia androgenética, popularmente conhecida como calvície, é uma condição de pele capaz de nos deixar muitas vezes preocupado e até desesperado. Essa é a forma mais comum de queda de cabelo, se torna mais evidente, em geral, depois dos 19 anos de idade, e aos 50 anos de idade já atingiu praticamente 50% da população masculina.

Mas embora seja uma condição em sua grande maioria que atinge a população masculina, também pode atingir a população feminina embora apenas cerca de 10% das mulheres são afetadas até os 30 anos de idade.

O que acontece?

O cabelo vai ser afinando e permitindo que a pele do couro cabeludo fique visível pode ocasionar a perda de autoestima e o bem-estar psicológico entre os seus portadores.

Muitas vezes de maneira repentina você começa a perceber que os seus fios de cabelo estão caindo mais frequentemente, e que ao invés de novos fios estarem crescendo, está ficando uma falha no seu couro cabeludo.

A diminuição total dos fios ou parcial é conhecida como calvície ou alopecia, então fenômeno pode ser percebido em qualquer região do corpo em que haja pelos. A diferença de outras regiões, é que ficou popularmente comum chamar de Calvície apenas a queda no couro cabeludo; contudo é um termo que pode abranger qualquer região do corpo.

Durante a idade avançada, esse ciclo de crescimento fica mais lento até parar de uma vez e o resultado é a calvície. A queda de cabelo possui várias causas.

° Genética

° Alterações Hormonais

° Dieta

° Medicamentos

Como saber se é Calvície?

É normal para todo ser humano perder em torno de 50 e 100 fios de cabelos diariamente, na maioria das vezes quando cai um fio ele é substituído por outro fio no mesmo folículo, que já estava sendo utilizado no seu couro cabeludo.

Então se você estiver com essa queda não precisa se preocupar, é algo comum perder até 100 fios por dia, então ainda não há motivos para se desesperar!

Agora a calvície não é uma queda repentina dos fios de cabelo. Não acontece do dia pra noite. O que ocorre é a queda progressiva dos fios, o que isso significa? Que os fios grossos se tornam aos poucos, finos e curtos. Durante a sua evolução eles têm a mesma quantidade de raiz vivas, mas com fios menores e mais fracos. Aumentando a maior visibilidade de couro cabeludo. Nessa fase é que as pessoas percebem que estão com menos cabelos. Por isso é importante ficar atento às possíveis falhas no couro cabeludo e pedir ajuda de alguém que mora com você ou um amigo próximo, para ver se realmente a queda de cabelo está sendo progressiva.

Há vários tipos de Calvície masculina? Quais são elas?

° Calvície padrão masculino

Essa calvície é conhecida como calvície padrão masculino, porque em sua grande maioria é encontrada em pessoas do sexo masculino. É causada quando o hormônio da testosterona é transformado em Di-hidro testosterona, DHT. Sua ação é concentrada bem no folículo do cabelo diminuindo a produção dos fios de cabelo.

Esse processo também faz com que eles nasçam mais finos e fracos, sendo assim a tendência é que o folículo capilar que produz novos vão ficar finos e enfraquecidos, fazendo com que acabe parando por completo a sua produção. E esse quadro não conta apenas com questão hormonais, mas também por questões hereditárias, ou seja, muitos fatores contribuem para essa calvície do padrão masculino que é caracterizada pela perda de cabelos na região frontal e na coroa do couro cabeludo.

° Alopecia areata

Outro tipo de calvície masculina é a alopecia areata. Esse tipo é caracterizado pela perda de cabelo em uma região determinada, que ocorre de maneira repentina, mas que tende a crescer de volta depois de algum tempo, geralmente meses. A causa desse tipo de calvície ainda é desconhecida por especialistas.

° Alopecia tóxica

Alopecia tóxica ou calvície tóxica é mais uma dentre as possibilidades de perda de fios dos homens. Pode ocorrer depois de traumas no corpo como exemplo, febre alta ou de alguma doença grave.

Um agravante podem ser doses muito altas de medicamentos que contenham, tálio, vitamina A ou retinoides. Mas ainda bem que nesse caso a perda é só temporária. Que bom não é mesmo!

° Alopecia cicatricial

Esse tipo de calvície afeta locais onde foi gerado cicatrizes e alguns ferimentos que você pode ter sofrido; sejam eles, queimaduras e outros, a partir daí, podem gerar infecções por fungos e bactérias que impedem os folículos capilares produzam o crescimento de fios e de pelos nessa região afetada.

° Alopecia Universal

É o tipo de calvície mais crítico, e ocorre uma perda severa de cabelo ou simplesmente a perda de todos os pelos do corpo, incluindo cabelos. Isso provoca muitos transtornos emocionais para o indivíduo afetado.

Existem alguns graus de calvície

A escala utilizada é conhecida como NW, a escala apresenta até 7 graus de calvície que vão desde a mínima perda de cabelo até a mais grave assim como a imagem abaixo:

Já no caso das mulheres a escala também foi criada e pode medir a gravida da perda de cabelo, como na imagem abaixo:

Como ela afeta nosso emocional?

A autoestima, é a forma subjetiva que uma pessoa faz de si mesmo. Ela é muito importante na nossa vida. Muitos estudos relacionados a esse assunto, mostram que tem se aquela ideia de que “pessoas mais bonitas sempre ganham”. Sendo assim, é muito importante cuidar de sua aparência pra que você perca essa ideia de que você não pode porque não tem cabelos por exemplo.

Como tratar a calvície?

Existem alguns pontos importantes a se identificar. Couro cabeludo vermelho com sinais de vermelhidão, ou com falhas de cabelo, deve ser dado atenção imediata. Isso pode ser crucial para um bom resultado no tratamento.

Existem inúmeros produtos e tipos de tratamento da calvície masculina que podem prevenir ou reverter a queda de cabelos e a calvície.

Identificar quais deles realmente funcionam, é extremamente essencial. Procurar um especialista é muito importante.

A calvície pode ser controlada e quanto antes for reconhecida e tratada maior a probabilidade de uma solução.

No mercado contém remédios via oral para a calvície, cremes que promovem o crescimento dos fios, lazer e eletro estimulação e em casos irreversíveis com esses tipos de medicamentos há a opção de transplante capilar.

Alguns remédios naturais que podem te auxiliar

Eles não vão simplesmente curar você, mas são aliados junto com outros tratamentos a ter melhores resultados.

  • Alho, limão e cebola

Prepare o suco de limão, corte as cebolas em pequenos cubos, descasque o corte em alho em fatias e misture no liquidificador.

Aplique a mistura no couro cabeludo por alguns minutos depois enxágue com água e xampu.

  • Leite de coco e cenoura

Descasque duas cenouras e corte as em fatias, processe com 1 copo de leite de coco de 250ml, processo tudo no liquidificador e deixe agir por meia hora.

Aplique a mistura no couro cabeludo por alguns minutos depois enxágue com água e xampu.

  • Aloe vera (babosa)

Em uma vasilha ou tigelas misture bem duas colheres de sopa do gel da aloe vera 30g, com água necessária para formar um creme. Aplique nos cabelos e deixe agir por cerca de 10 minutos

Enxágue com água e xampu.

  • Chá verde

A aplicação regular do chá verde nos fios, pode ajudar a prevenir a perda de cabelos e consequentemente a calvície. Embora não se tenha nenhum estudo científico comprovado em relação a isso.

  • Mel e gema de ovo

Misture uma gema de ovo, com duas colheres de sopa de mel aproximadamente 50 gramas. Misture os dois ingredientes até conseguir uma mistura uniforme.

Aplique no couro cabeludo, massageando por 10 minutos, coloque uma touca de banho e deixe agir por 30 minutos.

Depois é só enxaguar com água e xampu.

  • Hortelã

Misture duas xícaras de água aproximadamente 500 ml e duas folhas de hortelã em uma panela e deixe ferver. Quando ferver, remova a hortelã na água. Isso resultará em gel que você deve aplicar no couro cabeludo. Massageie por 10 minutos

Enxágüe com água e xampu.

Você pode fazer uso desses remédios naturais todos os dias se quiser afinal, natureza é tudo de bom não é mesmo! Seria bom ir mudando os ingredientes, por exemplo, um dia você faz o de hortelã, no outro dia usar o de chá verde e assim por diante.

A conclusão que chegamos é, não deixe de agir. Ao menor sinal de calvície procure um bom tratamento.

Lembre-se que a calvície tem cura e tratamento, por isso não é preciso ter vergonha dessa condição, muito passam por esse problema, se ela for tratada do modo corretos nos primeiros estágios.

Se você tem um carequinha na família, fique ainda mais esperto, preste atenção no seu corpo se conheça bem para que você consiga perceber os sinais. Quanto antes iniciar o seu tratamento, melhor.

Peça a ajuda de pessoas queridas para ficarem de olho junto com você.

Por isso ao menor sinal de queda de cabelo é importante que você procure ajuda.